• Acessibilidade
  • A-
  • A
  • A+

Prefeitura de Nhamundá inicia remoção de famílias atingidas pela cheia dos rios

A previsão é que nos próximos dias, com a aceleração da cheia, mais famílias sejam remanejadas para o alojamento.

Notícia do dia 19/05/2021
Prefeitura de Nhamundá inicia remoção de famílias atingidas pela cheia dos rios Foto: Adriano Barros

A cheia que atinge a cidade de Nhamundá já afeta mais de 2 mil famílias na zona rural e urbana do município. O nível da água não para de subir e cerca de 15 famílias já estão desabrigadas somente na zona urbana, segundo a Defesa Civil.

 

Ainda segundo a Defesa Civil, das 15 famílias que estão em situação grave pela cheia dos rios, até o momento, apenas duas famílias aceitaram ser remanejadas para o alojamento provisório disponibilizado pela Prefeitura, que preparou uma escola municipal para abrigar essas famílias. Quem não aceita ir para o alojamento, assina um termo se autorresponsabilizando pelas situações futuras. Um dos motivos relatados pelas famílias para não deixar suas residências e ir para o alojamento, é o receio de roubo de materiais.

 

De acordo com a régua fluviometrica de Parintins, até a terça-feira (18), o rio Amazonas marcava 9,43 mts, 13 centímetros acima da marca registrada na mesma data no ano de 2009, o que já considera a maior cheia registrada na região do Baixo Amazonas.

 

A prefeita Marina Pandolfo, comentou o trabalho que a prefeitura, através da Defesa Civil estão realizando para dar suporte as famílias afetadas. ‘Seguimos trabalhando para atender todas as famílias atingidas pela enchente. Seguimos construindo pontes e marombas para as famílias que estão nessas situações. É um trabalho intenso de prefeitura e DC (Defesa Civil), mas tenham certeza que todos receberam nosso auxílio’, finaliza Marina.

 

A previsão é que nos próximos dias, com a aceleração da cheia, mais famílias sejam remanejadas para o alojamento.